Conheça 3 exames neonatais que o seu plano de saúde cobre

Conheça 3 exames neonatais que o seu plano de saúde cobre

Os exames neonatais ajudam a detectar doenças e malformações no bebê. Com o diagnóstico precoce, é possível minimizar e até mesmo evitar sequelas graves, tais como deficiência visual, auditiva ou mental. A seguir, saiba mais sobre testes que o seu plano de saúde cobre ainda na maternidade.

3 exames neonatais que todo bebê deve fazer

Alguns exames são obrigatórios por lei. Outros, embora opcionais, mostram-se igualmente importantes para a saúde do recém-nascido. Veja informações sobre três deles:

Teste do pezinho

Talvez esse seja um dos procedimentos neonatais mais conhecidos, até porque é compulsório em todas as maternidades do Brasil. Consiste na retirada de algumas gotas de sangue do calcanhar da criança, para análise em laboratório. A amostra deve ser colhida até 48 horas após a primeira mamada.

O teste do pezinho pode indicar dezenas de anomalias genéticas e doenças metabólicas. O número de diagnósticos varia conforme a instituição, mas deve englobar, no mínimo, os exames de fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, hemoglobinopatias e fibrose cística.

Teste do olhinho

Obrigatório apenas em alguns estados do país, o também chamado teste de reflexo vermelho é realizado por oftalmologista ou pediatra até os primeiros dois dias de vida do neném. O médico usa uma pequena lanterna, o oftalmoscópio, para observar o fundo do olho do paciente. Trata-se de um procedimento indolor e bem rápido.

Se o reflexo do olhinho estiver vermelho, tudo bem. Agora, se a coloração for branca, amarelada ou mesmo inexistente, o pequeno pode estar com um problema congênito de visão. Algumas possibilidades são catarata, glaucoma e retinoblastoma. Em muitos casos, uma cirurgia pode resolver.

Teste da orelhinha

A emissão evocada otoacústica é realizada por fonoaudiólogo. Consiste no uso de ondas sonoras para aferir a atividade da cóclea, parte do ouvido interno indispensável para o sistema auditivo. Esse exame neonatal pode ser feito até os primeiros três meses de vida do bebê, mas muitas maternidades o oferecem logo após o parto.

No caso de uma possível deficiência, os estímulos precoces ajudam a minimizar o quadro. Isso aumenta a capacidade auditiva, evitando a surdez.

Plano de saúde com obstetrícia cobre exames neonatais

Nem todo contrato particular cobre as despesas relacionadas ao nascimento de um filho. A mãe deve estar assegurada por um plano de saúde hospitalar com obstetrícia. Nesse caso, a cobertura assistencial se estende ao recém-nascido por 30 dias, período em que quaisquer exames neonatais podem ser feitos sem custos adicionais.

Cabe destacar que a inclusão do bebê como dependente não é automática. Ela deve ser solicitada junto à operadora, dentro do mesmo prazo de 30 dias. Como a certidão de nascimento da criança é necessária para confirmar sua filiação, o processo não pode ocorrer durante a gravidez.

Também há casos em que os pais não têm convênio particular, mas resolvem garantir o benefício aos filhos. Numa situação dessas, o plano de saúde do recém-nascido funciona como um plano individual regular. No link anterior, você confere mais informações sobre o assunto.

Esperamos que o conteúdo de hoje tenha sido útil. Agradecemos pela companhia e fazemos votos que seu bebê venha ao mundo com muita saúde!