Problemas com o plano de saúde – veja como resolvê-los

Problemas com o plano de saúde – veja como resolvê-los

Você paga convênio particular para garantir assistência médica de qualidade, certo? Porém, infelizmente, alguns consumidores enfrentam problemas com o plano de saúde. Às vezes há dificuldade em acionar a rede credenciada, ou então a operadora se recusa a bancar determinado procedimento. O que fazer?

Hoje vamos explicar quais são os mecanismos de reclamação disponíveis aos beneficiários da saúde suplementar. Acompanhe a leitura e tire suas dúvidas!

Ouvidoria do plano de saúde ajuda a resolver problemas

De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o primeiro canal de comunicação que você deve buscar são os serviços de atendimento da operadora. Tratam-se do e-mail, do telefone e até do chat no site oficial da empresa, se houver.

Essa é a via de acesso correta para registrar uma reclamação. Lembre-se de guardar o número do protocolo de atendimento, pois essa informação poderá ser útil no futuro. Pergunte, também, em quanto tempo a companhia pretende resolver a situação exposta.

Caso a sua dificuldade não seja solucionada no prazo, procure a ouvidoria de seu plano de saúde. Essa instância não substitui os canais convencionais de atendimento e, portanto, só deve ser acionada quando houver necessidade.

O site da ANS possui uma ferramenta de busca que lista todas as ouvidorias de planos privados cadastradas.

Reclamação junto à ANS é o próximo passo

Se, mesmo passando pela ouvidoria, o problema com o plano de saúde persistir, é hora de registrar uma reclamação formal na própria ANS. Afinal, cabe ao órgão fiscalizar as atividades das operadoras em todo o Brasil.

Primeiro, acesse a Central de Atendimento ao Consumidor no site da agência. Use o buscador para verificar se sua dúvida se encontra na lista de perguntas mais frequentes. Dependendo da situação, a resposta para seu questionamento estará ali.

Não está? Então telefone para o Disque ANS: 0800.701.9656. A ligação é gratuita.

Ao registrar sua reclamação, tenha em mãos o número de protocolo do atendimento prévio com o plano de saúde. Esses dados serão importantes para agilizar o procedimento.

Se preferir, você pode comparecer pessoalmente a um dos núcleos da ANS espalhados pelo Brasil. Leve contrato, Declaração de Saúde e quaisquer documentos comprobatórios que possam ser solicitados.

Em Porto Alegre, o escritório da Agência Nacional de Saúde Suplementar fica na Rua dos Andradas, n.º 1001 – 19º andar – conjunto nº 1902. Confira todos os endereços.

Fique de olho no Índice de Reclamações dos planos de saúde

A ANS disponibiliza, ainda, um Índice Geral de Reclamações. Esse levantamento mensal funciona como um termômetro para avaliar a qualidade do serviço oferecido pelos planos de saúde brasileiros. A lista engloba o número médio de queixas recebidas, além de um ranking das operadoras que mais apresentam problemas.

Fica a dica. Esse indicador pode funcionar como critério na hora de contratar o convênio ou de realizar a migração de carências. Melhor escolher um plano particular que não renda tanta dor de cabeça aos beneficiários, né?

Esperamos que o artigo de hoje tenha sido útil para você. Continue de olho em nosso blog para aprender mais sobre planos de saúde. Até a próxima!