3 dicas para economizar no plano de saúde empresarial

3 dicas para economizar no plano de saúde empresarial

Redução de custos é uma das principais atitudes que as companhias devem adotar para sobreviver à crise. Porém, isso não significa o corte total de benefícios. Existem maneiras de economizar no plano de saúde empresarial, por exemplo. Você vai conhecer algumas delas a seguir.

3 formas de reduzir custos do plano de saúde empresarial

Aqui no blog já abordamos as vantagens de oferecer plano de saúde aos colaboradores. Também demos dicas para você escolher a melhor opção. Só que todo bônus vem com um ônus – financeiro, nesse caso específico.

Se as contas do empreendimento não fecham, chegou a hora de reavaliar algumas despesas. Veja o que você pode fazer para reduzir os gastos com saúde:

  1. Mude para um plano de saúde com coparticipação

A lógica da coparticipação é a divisão de custos entre empregador e funcionário. Talvez haja resistência no início, mas a mudança pode ser benéfica para todos.

Nessa modalidade, o beneficiário paga uma pequena taxa por cada procedimento realizado. Por exemplo, se ele for a uma consulta médica no valor de R$ 100 e estiver num plano de saúde com 25% de coparticipação, terá que desembolsar R$ 25.

Isso inibe as pessoas de utilizarem os serviços do convênio descontroladamente. Como elas precisam pagar, acabam recorrendo ao plano de saúde apenas quando for necessário.

Desse modo, as despesas da operadora também diminuem. O resultado é que as mensalidades podem até ficar mais baratas.

  1. Prefira um contrato com abrangência regional

A abrangência geográfica da rede credenciada incide diretamente sobre o preço do plano privado. Quando a cobertura é nacional, ou mesmo internacional, o valor das mensalidades sobe bastante.

Felizmente dá para economizar com um plano empresarial regional. Existem opções de qualidade tanto no âmbito municipal quanto no âmbito estadual.

Se a sua empresa está localizada numa região com bons especialistas, laboratórios e hospitais, a abrangência mais restrita não será um problema. Afinal, os colaboradores terão acesso fácil aos serviços de saúde que atendam às necessidades deles.

Saiba mais: Diferenças entre plano de saúde e seguro saúde

  1. Negocie descontos com a operadora

É importante lembrar que os planos coletivos seguem regras próprias de reajuste. Não existe um teto, ao contrário do que ocorre com planos individuais e familiares. Isso significa que algumas bandeiras podem cobrar valores abusivos, muito superiores ao limite estabelecido pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

Portanto, vale a pena fazer uma cotação para comparar os preços praticados no mercado. Havendo uma discrepância significativa, tente negociar diretamente com a operadora ou administradora de benefícios.

Agora, caso não seja possível baixar os custos, a saída é trocar de plano de saúde. Procure um contrato mais barato, contanto que atenda às necessidades básicas de seus colaboradores.

E então, gostou das dicas? Esperamos que o artigo de hoje tenha sido útil para você encontrar maneiras de economizar no plano de saúde empresarial.

Aproveite para conferir outros materiais publicados aqui no blog! Sempre trazemos novidades para tirar dúvidas sobre convênios privados. Que tal dar uma olhada no nosso glossário? Ou no post com perguntas frequentes? Boa leitura!