Plano de Saúde em Porto Alegre - Planos de Saúde Empresariais, Familiares e Individuais | ASK Planos de Saúde

ANS fixa prazo de 21 dias para autorização de cirurgias eletivas 

Considerando que a disseminação do novo coronavírus se acelerou, a crise causada pela pandemia se intensificou, e a necessidade de reduzir a carga sobre as instituições médicas, a taxa de ocupação de leitos das cirurgias eletivas, e evitar a exposição desnecessária dos beneficiários ao risco de poluição, o Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) desenvolveu definições importantes para usuários de planos de saúde.

As recomendações da Agência são baseadas nos argumentos, contribuições e pesquisas recebidas de várias entidades do setor (como a ANVISA) para compreender sobre o suprimento de oxigênio e insumos para intubação do paciente em uma reunião; representantes da Câmara de Saúde Suplementar; operadoras de planos de saúde; Prestadores vêm de reuniões organizadas para coletar a experiência e informações da equipe de enfermagem da linha de frente.

De acordo com a análise, a ANS pôde avaliar que no âmbito do recebimento de pedidos de flexibilização do período de atendimento da RN nº 259/2011, principalmente para cirurgias eletivas, os dados mostraram que o estado decidiu suspender a cirurgia sem considerar a saúde e os aspectos legais de cada local, , bem como as necessidades individuais e as condições de saúde de cada beneficiário. Portanto, as cirurgias eletivas de emergência durante a nova pandemia de coronavírus devem ser realizadas dentro de 21 dias a partir da data da consulta. O médico deve comprovar a necessidade do procedimento do plano de saúde, enfatizando os riscos e danos à saúde do paciente causados pela não implementação.

askplanodesaude

Assine nosso blog!

Inscreva-se em nossa newsletter e acompanhe as notícias.
Loading