Plano de Saúde em Porto Alegre - Planos de Saúde Empresariais, Familiares e Individuais | ASK Planos de Saúde

Novembro Azul: dicas para prevenir o câncer de próstata

Estamos no Novembro Azul, mês que reforça a importância de prevenir o câncer de próstata. Esse é um dos tipos mais comuns da doença entre homens brasileiros.Porém, com o diagnóstico precoce, as chances de cura são altas. A seguir, conheça mais sobre sintomas, tratamento e dicas de prevenção.

Câncer de próstata no Brasil

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) estima cerca de 61,2 mil novos casos de câncer de próstata no país, no período de 2016 a 2017. Entre o público masculino, esse índice só fica atrás do câncer de pele não-melanoma.

Trata-se de uma doença de terceira idade. Na maioria dos casos, o diagnóstico ocorre quando o paciente tem 65 anos ou mais. Como a evolução do tumor costuma ser lenta, podem-se levar anos, ou mesmo décadas, até que o indivíduo perceba os primeiros sintomas. Por isso, os exames preventivos são essenciais.

É graças aos avanços da medicina, inclusive, que as estatísticas estão mais precisas. O aparente crescimento no número de ocorrências se deve, na verdade, à melhoria dos métodos de identificação. Outro fator que explica a incidência do câncer de próstata no Brasil é o aumento da expectativa de vida.

Sintomas e diagnóstico do câncer de próstata

Na fase inicial, o tumor da próstata não chega a apresentar sintomas. No entanto, pode haver dificuldade para urinar ou uma maior frequência de idas ao banheiro. O xixi pode demorar para sair, além de vir com menos força ou com sangue. Recomenda-se procurar um médico urologista para avaliar o quadro.

Muitos desses sinais também estão ligados a alterações benignas. Uma delas é a hiperplasia prostática, um aumento natural da glândula, que atinge metade dos homens acima dos 50 anos. Outra possibilidade é a prostatite, inflamação usualmente causada por bactérias.

Para diferenciar os problemas mais brandos das situações que realmente ameaçam a saúde, os pacientes que atingem a meia idade devem incluir alguns exames nos seus check-ups anuais. O de toque retal, realizado no consultório médico, afere o tamanho e a textura da próstata.

Já o PSA avalia a quantidade de uma proteína produzida nessa região do corpo. Níveis elevados da substância no sangue podem demandar uma biópsia, que determinará a causa da alteração.

Novembro Azul: ações pela qualidade de vida do homem

Constatado o câncer, os tratamentos indicados são cirurgia e radioterapia. Alguns casos iniciais, especialmente em senhores mais velhos, apenas são monitorados pelo profissional de saúde, devido à evolução lenta e pouco agressiva do tumor.

Quando a doença já está num estágio mais avançado ou há metástase para outros órgãos, a terapia hormonal costuma ser a escolhida. Em resumo, cada situação deve ser averiguada individualmente.

Uma dieta rica em vegetais e com pouca gordura, aliada à prática regular de atividades físicas, ajuda a prevenir esse tipo de câncer. O sobrepeso é um fator de risco.

O histórico familiar também deve ser considerado: quem já teve episódios desse problema entre parentes próximos precisa começar os exames aos 45 anos. A recomendação é da Sociedade Brasileira de Urologia.

Apesar de toda informação disponível e da excelência dos métodos terapêuticos, cerca de 25% dos pacientes diagnosticados ainda morrem devido à enfermidade. Por isso, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) criou o Projeto OncoRede.

A iniciativa envolve operadoras e prestadores de serviços do Brasil inteiro. As ações englobam uma articulação entre a rede de assistência para melhorar o diagnóstico, o tratamento e a prevenção do câncer de próstata.

Gostou das dicas? Então aproveite o Novembro Azul e compartilhe o post nas redes sociais! Incentive seu pai, seu marido ou amigos próximos a realizarem os exames e a adotarem hábitos saudáveis.

E não se esqueça: com o plano de saúde adequado, sua família pode se consultar com as melhores equipes. Acompanhe nosso blog e informe-se das novidades.

askplanodesaude

Assine nosso blog!

Inscreva-se em nossa newsletter e acompanhe as notícias.
Loading